• FG Comunicação

5 Pontos matadores dos fundos imobiliários.

Atualizado: 27 de set.

Saiba como escolher os melhores fundos para uma carteira consistente.


Muitas pessoas têm procurado saber sobre fundos imobiliários. Mas, por onde começar? O que devo fazer? Como é que eu escolho? Então vamos lá. E para deixar bem claro, este conteúdo não é uma recomendação de compra, mas sim, um conteúdo educativo.


Por isso separamos 5 tópicos básicos, para você olhar antes, de decidir por um fundo imobiliário. Acompanhe:


1- Histórico


É importante avaliar se os gestores têm um histórico positivo ou ruim. Será que a empresa da qual quero fazer parte possui alguma divergência com o banco gestor? Eles já fizeram algum tipo de negociação? Venderam ou compraram unidades?


Para ganhar mais taxa de comissão, é importante que você olhe, para as ações como também para o histórico do fundo.


2- Liquidez


Suponhamos que você vai investir só R$1.000,00 ou R$2.000,00 Tudo bem, mas tem fundos que nem isso negociam por dia, então a liquidez, caso você não saiba, precisa ser levada em consideração, justamente para você saber se esse fundo vai ter dar a capacidade de entrar e sair sem influenciar os preços.


Então imagine que você quer fazer uma compra de um fundo imobiliário investindo de R$1.000,00 a R$2.000,00 dependendo do fundo imobiliário. Ou você não vai conseguir fazer isso no mesmo dia devido ao valor da cota desse fundo, ou para que você possa entrar e sair é necessário ficar atendo para que você não cause uma mudança muito grande. Ou ainda, não fique com multi inquilinos e multi ativos.


3- Multi ativos e Multi inquilinos


Por exemplo, se a Petrobras é o único inquilino do fundo, e acontece algum problema na empresa, você perde seu dinheiro. Então, ter multi ativos e multi inquilinos é essencial.


4- Os valores


Preço da cota sobre valor patrimonial, dividendo.


Então imagina o seguinte, suponhamos que você viu um fundo com ótimo histórico. Ele é multi ativo, tem liquidez, e tudo o que vocês estava procurando está dentro das condições ofertadas, mas na hora de chegar nos valores desse fundo, ele está valendo 3 vezes mais do que o valor patrimonial da cota.


O que você pensa: "Eu vou investir nesse fundo". Não, não vou investir! Porque eu sei que em algum momento, pode ser que ele caia.


Ou seja, ele pode ter todas as características que você quer, mas está pagando zero dividendo. Então não adianta, ou seja: a questão dos valores é primordial para o todo.


É por isso que dizem que o dividendo tem que estar condizente com o preço sobre valor patrimonial, ou seja, tudo isso tem que estar em sintonia. E por último, mas não menos importante:


5- Diversificação

Tanto de gestores quanto no setor.


Além de bater todos esses pré-requisitos que já foram citados, eu não posso escolher 5 fundos do mesmo setor, eu tenho que diversificar.


Ou seja, eu não posso escolher determinado fundo de mesmo setor porque eu vou ficar na mão da mesma empresa. Sem contar com os gestores, o setor.... Então é muito importante a diversificação, muito importante mesmo.


Então, quando for escolher um fundo imobiliário para investir, é necessário levar em consideração: histórico, liquidez, multi ativo, multi inquilino, valores e a diversificação.



Não é uma recomendação de compra, mas se você fizer uma listinha, pegar a tua carteira e der uma olhada, você vai ver que olhando esses 5 pré-requisito, você estará bem mais resguardado. Pode dar um problema? Pode dar um problema, mas é mais difícil.


Lembre-se sempre em montar a sua carteira de forma diversificada e consistente.


Por fim, para saber sobre este, ou outros conteúdos, continue com a equipe do Finanças Direto ao Ponto para tornar tudo isso mais fácil!


Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assinar a newsletter do Finanças Direto ao Ponto e ativar as notificações push para receber todas as novidades.



3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo